Novidades do PIPA

  • Fernando Lindote participa do PIPA 2015

    “Senhora do Irupé”, 2014, óleo sobre tela, 160x150 cm

    Indicado pela primeira vez em 2015, o artista Fernando Lindote nasceu em Sant’Ana do Livramento, cidade fronteiriça entre Brasil e Uruguay. Foi cartunista e chargista diário em jornais do sul do Brasil antes de se dedicar às artes visuais. A linguagem mais utilizada pelo artista, desde o início de sua trajetória em fins dos anos 1970 foi a instalação. Ao longo de seu percurso realizou performance, pintura, fotografia, vídeo, desenho e escultura para espaços institucionais e urbanos. Veja sua página que acaba de ser criada com 58 imagens de suas obras e uma biografia descritiva de sua carreira.

    ...leia mais
  • Berna Reale, Gê Orthof, Grupo Empreza e Virgínia Medeiros estão entre os artistas premiados pelo Prêmio Marcantonio Vilaça

    Obra de Virginia de Medeiros

    Foram premiados cinco artistas e dois curadores. A cerimônia foi realizada nesta sexta-feira (24), no MAC, em São Paulo. Desde sábado (25), quem passa pelo Museu pode conhecer as obras dos 30 artistas selecionados para o Prêmio. O artista Nicolas Robbio (São Paulo) e os curadores Divino Sobral (Goiânia) e Raphael Fonseca (Rio de Janeiro) também foram premiados. Além do prêmio em dinheiro recebido pelos artistas, a artista Virgínia Medeiros e o curador Raphael Fonseca, escolhidos pelo júri, ganharam uma bolsa-residência na Universidade Metropolitana de Manchester, no Reino Unido. Saiba mais e veja matéria da Folha de S. Paulo sobre o assunto.

    ...leia mais
  • Artistas indicado PIPA 2015 | Veja as novas páginas criadas esta semana

    "Ilha-mar", 2013, fotografia, 80x120 cm

    Todos os artistas que participam do PIPA, em qualquer edição, têm direito a uma página no site do Prêmio. Nelas você encontra fotos de trabalhos, currículos, textos críticos, vídeos e o que mais o artista escolha inserir neste espaço de divulgação do seu trabalho. As páginas dos artistas indicados em 2015 estão sendo criadas e atualizadas – para caso dos artistas que já participaram do Prêmio em outras edições. Esta semana os seguintes artistas tiveram suas páginas atualizadas: Gustavo Von Ha, João Castilho, João Loureiro, Juan Parada, Marina Rheingantz, Pedro Caetano, Rodrigo Braga e Romy Pocztaruk.

    Acesse as páginas e conheça melhor estes artistas.

    ...leia mais
  • Leia a entrevista de Ayrson Heráclito para o Marina Abramovic Institute

    "Transmutação da Carne" - foto por Victor Nomoto

    Ayrson Heráclito foi um dos oito artistas selecionados para apresentar performances ao vivo durante “Terra Comunal – Marina Abramovic + MAI”. A performer Marina Abramovic e as curadoras Paula Garcia e Lynsey Peisinger selecionaram oito artistas brasileiros para integrar o MAI Presents, uma das seções presentes na exposição. Heráclito foi entrevistado sobre seu trabalho e sua experiência na mostra pelo escritor e curador Ulisses Carrilho para o Marina Abramovic Institute. Leia a entrevista.

    ...leia mais
  • Indicado em 2015, João Castilho trabalha com fotografia, vídeo, escultura e instalação

    "Irreversíveis I, II, II”, 2014, escultura, terracotta, 35x18x25 cm (I), 31x18x17 cm (II), 21x14x13 cm (III)

    A obra de João Castilho tem trabalhos inspirados na literatura, na arte, na cultura popular, na atualidade e em sua própria história oscilando entre a memória pessoal e coletiva. O artista explora temas existenciais e políticos da vida e da morte, do bem e do mal, da inocência e da culpa, da pulsão e do medo. Recentemente anunciado como um dos vencedores do Prêmio FCW de Arte 2014, Castilho participa do PIPA este ano pela primeira vez e teve sua página recentemente preenchida com 47 obras de sua autoria. Acesse e conheça o trabalho do artista mineiro.

    ...leia mais
  • Atuando como curador e artista, Pedro Caetano foi indicado ao PIPA em 2015 pela primeira vez

    "Glacé sobre Éter", 2014, óleo sobre tela e acrílica sobre madeira, aprox. 65x75x10 cm

    Artista, ex-galerista e curador, Pedro Caetano se formou em cinema em 2006. Em 2007 inaugurou em São Paulo a ‘galeria polinesia’ onde trabalhou como diretor durante os três anos de funcionamento da galeria em que passaram por lá artistas importantes da sua geração. A partir de 2010 fecha a galeria e se dedica ao trabalho de artista e curador. Este ano Pedro Caetano foi indicado ao PIPA pela primeira vez, e sua página acaba de ser atualizada com 21 imagens de obras recentes além de informações sobre sua carreira.

    ...leia mais
Mais Novidades do PIPA...

Agenda da Semana

  • Programação de 27 de abril a 1 de maio

    Em São Paulo segue em cartaz “Imagine Brazil”, com participações de Adriano Costa, Cinthia Marcelle, Deyson Gilbert, Gustavo Speridião, Jonathas de Andrade, Marcellvs L., Mayana Redin, Paulo Nazareth, Paulo Nimer Pjota, Rodrigo Matheus, Sara Ramo, Sofia Borges e Thiago Martins de Melo. No Rio de Janeiro, “Ambiguidades” tem participações de Felipe Barbosa, Marco Antonio Portela e Rosana Ricalde, enquanto “Horizonte Generoso – uma experiência no Pará”, apresenta obras de Alberto Bitar, Armando Queiroz e Luiz Braga. Acesse a agenda, confira os eventos ligados aos artistas indicados ao PIPA, ao MAM-Rio e demais envolvidos com o Prêmio, que estão acontecendo ao redor do Brasil e do mundo, e programe sua semana.


Circuito

  • “Piece by Piece: Building a Collection” reúne mais de trinta obras de coleção privada

    (Kansas, Estados Unidos) “Piece by Piece: Building a Collection” expõe pela primeira vez uma coleção de mais de 30 obras por uma média de 26 artistas americanos e estrangeiros da coleção de Christy e Bill Gautreaux. A mostra resulta de uma colaboração enriquecedora com os colecionadores e reflete a extensa pesquisa curatorial dentro da arte contemporânea mundial. A mostra destaca uma perspectiva global, incluindo artistas reconhecidos e em ascensão vindos da África, Caribe, Europa, Índia, América Latina e Estados Unidos.

  • Últimos dias | Coletiva “Imagine Brazil”

    (São Paulo, SP) Imagine Brazil reúne 14 jovens artistas emergentes que, baseados em trabalhos conceituais, têm mergulhado em múltiplas possibilidades de suporte como pinturas, esculturas, instalações, fotografias, vídeos e música, utilizando várias linguagens. Para situar suas obras num contexto histórico, a cada um dos participantes foi solicitado escolher um artista mais velho considerado importante na cena artística contemporânea e para seu respectivo trabalho, a fim de se construir uma exposição dentro da exposição. Adriano Costa, Cinthia Marcelle, Deyson Gilbert, Gustavo Speridião, Jonathas de Andrade, Marcellvs L., Mayana Redin, Paulo Nazareth, Paulo Nimer Pjota, Rodrigo Matheus, Sara Ramo, Sofia Borges e Thiago Martins de Melo são alguns dos nomes que integram a mostra.

  • Amanhã | “Tombo” – conversa aberta com Rodrigo Braga e a curadoria Thais Rivitti

    (Rio de Janeiro, RJ) Rodrigo Braga criou a instalação “Tombo” especialmente para o vão central da Casa França-Brasil. Ali, estarão dispostas no chão mais de 15 toras de aproximadamente cinco metros de comprimento cada, segmentadas de cinco palmeiras imperiais centenárias. O site specific provoca uma imediata relação com as 24 colunas internas do espaço, um dos marcos neoclássicos do país, construído em 1820 pelo arquiteto francês Grandjean de Montigny. O artista e a curadora da mostra, Thais Rivitti, realizarão uma conversa aberta amanhã, no espaço da mostra.

  • Em cartaz | “Pangaea II: New Art From Africa and Latin America”, com Eduardo Berliner

    (Inglaterra, Reino Unido) “Pangaea II: New Art From Africa and Latin America” [“Pangeia II: Nova Arte da África e da América Latina”] conta com o trabalho de dezenove artistas em ascensão que promovem uma visão expansiva dentro do trabalho que está sendo produzido no presente cenário da complexidades de suas respectivas terras natais Incluindo pinturas, esculturas, instalações e fotografia, a mostra explora as influências da diversidade cultural e as vibrantes práticas criativas nos dois continentes que um dia já foram um conjunto, como as terras pré-históricas da Pangeia.

  • Últimos dias | “Museu do Estrangeiro”, de Ícaro Lira

    (São Paulo, SP) Com curadoria de Marta Mestre, “Museu do Estrangeiro” é parte do Projeto: Bom Retiro, coordenado pelo artista. Trata-se de uma investigação artística sobre os vários ciclos de migração que a cidade de São Paulo passou e vem passando. Com foco no bairro do Bom Retiro, o artista irá apresentar um mapeamento de onde vivem e trabalham as várias colônias de imigrantes, numa tentativa de entender como esses ciclos de migração para o bairro interferiram diretamente na formação atual e na concepção que temos da cidade de São Paulo. Ao longo do projeto, haverá um seminário com críticos, pesquisadores, urbanistas, antropólogos, geógrafos e arqueólogos que colaboraram com a pesquisa.

Mais Circuito...