Novidades do PIPA

  • Entrevista com Thiago Martins de Melo, finalista do PIPA 2014

    “Eu busco pesquisar muito (…) até eu realmente me aceitar e fazer um trabalho”, diz o finalista Thiago Martins de Melo em resposta à pergunta de Alejandra Muñoz: “Como você escolhe as temáticas predominantes no seu trabalho?”
    Na entrevista, o maranhense cujo suporte mais utilizado é a pintura conta sobre uma série de trabalhos tridimensionais que irá apresentar me breve. “Eu estou querendo abolir um pouco as separações entre pintura e escultura (…) me interessa muito a pintura como carne dentro do tridimensional, como uma pele…”
    Assista ao vídeo e não deixe de visitar a exposição com os finalistas do Prêmio, que começa 6 de setembro no MAM-Rio.

    ...leia mais
  • Entrevista PIPA com Maurício Ianês, artista indicado

    Ações e performances que buscam questionar a relação entre espectador e artista, tirando o espectador do papel de observador passivo e transformando-o em parte importante da criação da obra são parte importante do trabalho de Maurício Ianês.
    Indicado pela primeira vez este ano, Ianês responde à pergunta do colecionador Fersen Lambranho: “Como seu trabalho foi influenciado pelas manifestações de rua de 2013?”
    O artista responde que acompanhou as manifestações em Düsseldorf, onde participava de uma mostra coletiva de artistas brasileiros, e que os trabalhos que compunham a exposição eram muito associados ao que acontecia na época. Ianês lembra uma série fotográfica que consistia na gradual destruição da palavra “Progresso”.
    Assista ao vídeo.

    ...leia mais
  • Anúncio do Vencedor do PIPA Online 2014 | Assista ao vídeo

    Veja quem é o grande vencedor do PIPA Online 2014 que vai receber R$10 mil mais a participação por dois meses no programa de residência artística Sacatar, na Bahia. Assista ao depoimentos do vencedor em vídeo e também os comentários de Augusto Albuquerque (do Instituto Sacatar), Lucrécia Vinhaes (do Instituto IP que coordena o PIPA) e de Diego de Santos (artista que venceu a outra categoria online do PIPA 2014).

    ...leia mais
  • Entrevistas com artistas indicados | Assista aos vídeos lançados esta semana

    Conheça Rodrigo Cunha, que trabalha predominantemente com pintura, conta que tenta se encontrar no mundo através da arte. O artista relata que antes procurava externar seus sentimentos em desenhos que gradativamente foram se transformando em pinturas, com o avançar de seu aprendizado na faculdade.
    Yana por sua vez explica que, tendo nascido e crescido em Brasília, vê a arquitetura ao mesmo tempo como um tema familiar e estranho, “como se fosse uma coisa que deve estar no espaço, existir”. A artista revela que recentemente descobriu uma série de fotografias feitas para um trabalho de faculdade que foram rejeitadas e arquivadas em caixas marcadas com os dizeres “não” e “de jeito nenhum”.
    Assista aos vídeos para saber um pouco mais sobre estes dois artistas.

    ...leia mais
  • Entrevista com artista indicada Yana Tamayo

    Yana Tamayo trabalha principalmente com fotografia, vídeo e desenho e vem expondo com regularidade desde 2003.
    A artista responde à pergunta da crítica e curadora Alejandra Muñoz: “Como você escolhe as temáticas predominantes no seu trabalho?”
    Yana explica que, tendo nascido e crescido em Brasília, arquitetura é para ela ao mesmo tempo um tema familiar e estranho, e que mesmo não estando presente, a arquietura tem um diálogo instigante, “como se fosse uma coisa que deve estar no espaço, existir”.

    ...leia mais
  • Vídeo-entrevista com Rodrigo Cunha, artista indicado

    Rodrigo Cunha responde à pergunta de Cadu, “Onde começa a vida e termina a arte?”.

    O artista, que trabalha predominantemente com pintura, procurava externar seus sentimentos em desenhos – punks, rastafaris, capoeiristas, personagens que acabavam ganhando biografias. Gradativamente os desenhos foram se transformando em pinturas, devido ao aprendizado de Cunha na faculdade.
    “A vida e a arte sempre estiveram muito entremeadas. E eu acho que é exatamente isso, construir a minha identidade, a forma como eu acho ser possível o indivíduo hoje em dia, com essas diversas possibilidades que são cada vez maiores (…) Eu tento me encontrar no mundo às vezes através da arte.”
    Assista ao vídeo.

    ...leia mais
Mais Novidades do PIPA...

Agenda da Semana

  • Programação de 23 a 29 de agosto

    Acontece somente neste final de semana a SP-Arte Foto, que traz obras de Alberto Bitar, Armando Queiroz, Luiz Braga, além de uma ampla programação com debates e encontros. Também na capital paulista, a mostra coletiva “Outros Entre Outros”, com participação de Denise Gadelha, reúne obras que têm a fotografia como suporte principal. Yuri Firmeza participa da exposição “Carneiro”, em Fortaleza, enquanto na Bahia, Camila Sposati apresenta seu projeto de residência “Teatro Anatômico da Terra”, no Instituto Sacatar.
    Acesse a agenda, confira os eventos ligados aos artistas indicados ao PIPA, ao MAM-Rio e demais envolvidos com o Prêmio, que estão acontecendo ao redor do Brasil e do mundo, e programe sua semana.


Circuito

  • Abertura | “Taipa-Tapume”, mostra coletiva sobre o desenvolvimento urbano paulista

    (São Paulo, SP) No período de um século, São Paulo deixou de ser uma vila com ares coloniais feita de taipa, de menor importância no cenário econômico nacional, para se tornar uma rica cidade cafeeira e, depois, um polo industrial, comercial e financeiro. Os artistas Alexandre Brandão, Ana Mazzei, Beto Shwafaty, Hector Zamora e Lais Myrrha são alguns dos convidados desta coletiva que pretende investigar o processo de desenvolvimento urbano da cidade, que é pautado por ciclos de construção, demolição e construção.

  • “Casa ArteFoto”, evento com participação de André Santangelo, Luciana Paiva e Yana Tamayo

    (Brasília, DF) “O Casa ArteFoto é um parceiro do artista e mais um elo na cadeia produtiva da indústria criativa da cidade, que ainda está em formação, mas que já tem grandes expoentes. Com isso, o evento irá fomentar ainda mais a produção artística local, formação de público, a divulgação e comercialização dessa produção artística”, afirma Patrícia Lira, uma das curadoras do evento.

  • Mostra coletiva sobra a relação entre arte e vida ocupa o MAM-Rio

    (Rio de Janeiro, RJ) “artevida” focaliza especialmente a vida nas décadas de 195, 60, 70 e início dos anos 80 e a arte brasileira mas particularmente a carioca, partindo de artistas renomados como Lygia Clark, Hélio Oiticica e Lygia Pape, dentre outros. A mostra se propõe conectar e ler certas práticas artísticas deste período através de conceitos, referências e estruturas diversos, extraindo ligações e correspondência pelas narrativas múltiplas e, desta maneira, desafiar cânones históricos. É uma mostra mais fragmentada do que monolítica, mais provisória do que definitiva.

  • Últimos dias | “Remediações”, vídeo-instalação de Beto Shwafaty

    (São Paulo, SP) A instalação conta com um vídeo que apresenta, por meio de múltiplas telas, a sobreposição de falas e imagens em multiplicidade e simultaneidade. A instalação foi idealizada pelo artista para reforçar o suporte de difusão e recepção desses projetos bem como suas dimensões simbólicas, de modo a re-encenar a ação midiática e incidência social dos mesmos.

  • Abertura | “Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas”

    (Rio de Janeiro, RJ) Ana Miguel, Cinthia Marcelle, Felipe Barbosa, Felipe Cohen, Grupo Empreza, Gustavo Speridião, Jonathas de Andrade, Lenora de Barros, Luciana Paiva, Marilá Dardot, Paulo Meira, Regina de Paula e Roberto Winter são alguns dos nomes que participam dessa mostra, uma análise da relação entre arte e educação através de pinturas, documentos, esculturas, instalações e objetos. Dividida em núcleos – Dispositivos, Linguagem, Processos e Teorias – a exposição faz parte do projeto Arte e Sociedade no Brasil, que dedica-se a pensar a atuação da arte brasileira no campo da alteridade e das relações sociais.

Mais Circuito...